Intradermoterapia

Principais indicações: forma rápida de tratar tendinites e outras lesões em atletas profissionais ou amadores, bem como Doenças Ocupacionais, onde há pressa na melhora da dor e ganho funcional.

A Mesoterapia, registrada no CFM como INTRADERMOTERAPIA é um procedimento médico que utiliza-se da administração intradérmica de medicamentos onde a vantagem maior é a mínima dose e uma máxima eficácia.

Foi criada pelo Dr Pistor (França- década de 60) e desde lá , vem sendo progressivamente usada com vários fins terapêuticos, incluindo o tratamento da dor e inflamação osteo-muscular.
É indicada nos quadros agudos e crônicos, em traumas do esporte (nestes, com a vantagem de rápida melhora funcional e retorno ao esporte).

A injeção intradérmica é com agulha descartável especial (4 mm de profundidade e praticamente indolor) de pequena quantidade de medicamentos em pontos específicos,com medicamentos escolhidos pelo médico e de acordo com cada caso. Usa-se antinflamatórios, relaxantes musculares, vasodilatadores, analgésicos, entre outros. Não é contra-indicado para portadores de úlceras ou gastrite nem hipertensos ou diabéticos.

As contraindicações são raras e relacionam-se com alergia a medicamentos específicos, que podem ser substituídos de maneira simples.

Em casos de Tendinoses, epicondilite, fascites plantares, Neuropatias dolorosas, incluindo a Síndrome do Túnel do Carpo, o método é especialmente eficaz.

Há um protocolo para Condromalácia e para Osteoratrose de joelhos que permite um retorno mais rápido ao movimento e exercícios de reforço do que outras modalidades terapêuticas.