Termografia Infra-vermelho Computurizada

É um exame de imagem realizado através de uma câmara especial, com sensores de infravermelho, capaz de detectar emissão infravermelha do corpo humano e transformar em TEMPERATURA, que pode ser analisada em um computador.

Através da imagem por infravermelho se pode fazer DIAGNÓSTICO, sem nenhuma radiação, indolor e sem contato algum com o paciente. É seguro inclusive para gestantes e crianças.

Diagnóstico de LER/DORT através da Termografia

Diagnóstico de LER/DORT através da Termografia

O que a Termografia pode diagnosticar?

  • Dor: inflamações como TENDINITES e TENOSSINOVITES ( LER/ DORT) EPICONDILITE, FASCEITE PLANTAR , PUBEÍTE.
  • CERVICALGIAS e LOMBALGIAS
  • FIBROMIALGIA: é o único exame que identifica esta Síndrome dolorosa e documenta para fins periciais.
  • NEUROPATIAS em fases iniciais: neuropatias de fibras finas como em “pés queimantes” de pacientes diabéticos e pré diabéticos, neuropatias de outra natureza, como as traumáticas que não são identificadas pela Eletroneuromiografia.
  • AVALIAÇÃO DO PÉ DIABÉTICO: risco de ulceras plantares.
  • RADICULOPATIAS SENSITIVAS: as raízes sensitivas não são identificadas pela Eletroneuromiografia mas, são documentadas pela termografia com precisão.
  • Sindrome Dolorosa Complexa Regional (“Distrofia Simpático Reflexa”): a termografia confirma e documenta esta Síndrome dolorosa de manutenção do sistema neurovegetativo simpático.
  • DOR DE DIFÍCIL DIAGNÓSTICO: diagnóstico diferencial.
  • Artrites
  • Sindrome Miofascial : identifica pontos-gatilhos miofasciais com precisão.
  • Disfunção de ATM (Articulação Temporo -Mandibular).

Pode auxiliar outros métodos:

  • Quantificar RISCO PARA Câncer de mama: auxilia no acompanhamento em grupos de risco e orienta quanto solicitar mamografia de forma mais precoce ou frequente.
  • Disfunções de tireóide: orienta solicitação de ecografia.
  • Avaliação Postural (sobrecargas biomecânicas mostram aumento de metabolismo e temperatura de grupos musculares específicos).
  • Complementa a Eletroneuromiografia na avaliação das neuropatias e radiculopatias (fibras finas e raízes sensitivas).
  • Avalia DOR DE ORIGEM CENTRAL.